Compartilhe
facebook twitter gplus mail

Maboneng, o coração criativo de Joanesburgo

27/09/2018
O Uncle Merv’s também serve um ótimo café e comidinhas que vão de frutas frescas com mel a croissants
Arts on Main combina espaços criativos de escritórios e estúdios

Por Diogo Caldeira*. Especial para a The Traveller

“Lugar de Luz” é o significado de Maboneng na língua Sotho, uma das onze oficiais da África do Sul. Penso se não é o nome perfeito para uma região que se tornou o centro de energia criativa de artistas urbanos de Joanesburgo e, por que não, de toda a África. Com uma mistura de restaurantes, cafés, lojas de marcas locais, galerias e estúdios de arte, o bairro atrai não apenas moradores dos novos prédios, que surgiram no centro da cidade após o movimento de gentrificação sofrido na área.

Maboneng já é o endereço mais concorrido dos viajantes antenados que pisam na África do Sul, e ajudam a compor o mix de público – formado por moradores de regiões mais sofisticadas da cidade, artistas e celebridades locais – que circula pelos mercados de rua do bairro. A área já é uma das que mais impulsionam o turismo da cidade e passou a ser comparada com bairros renascidos mundo afora como Williamsburg, em  Nova York, Shoreditch, em Londres ou o Canal Saint Martin, em Paris.

A feliz história de renascimento do bairro começa em 2008, quando o empresário Jonathan Liebmann comprou escritórios de construções antigas e armazéns datados do começo do século 20. Em conjunto com o arquiteto Enrico Daffonchio, que tem a sustentabilidade como pilar do seu trabalho, Johanthan trabalhou para transformar o espaço, antes industrial, em um oásis cultural que é agora o Arts on Main, um dos dois principais ícones de Maboneng.

O resultado foi o mesmo dos outros bairros renascidos nas últimas décadas: muitos empreendimentos começaram a pipocar na região, transformando Maboneng num dos pontos turísticos mais visitados de Jo’burg, como os moradores carinhosamente se referem à cidade.

 

Para conhecer:

 

Market on Main
O Market on Main é uma feira que acontece dentro do Arts on Main todos os domingos, das 10h às 15h. Lá você vai encontrar diversos tipos de comida, artesanato, design, arte, roupa e acessórios locais. É um dos lugares mais descolados do país. marketonmain.co.za

 

Arts on Main
O local é o empreendimento pioneiro da área. Combina espaços criativos de escritórios e estúdios (incluindo os de William Kentridge, Mikhael Subotzky e Kim Lieberman), galerias de arte e lojas. Há também um restaurante que abre diariamente ali. propertuity.co.za

 

Main Street Bazaar
Esse bazar foi criado com contêineres vazios que foram alugados por artesãos locais e pequenas empresas. Ali é possível comprar joias, roupas e arte feitas localmente.
Main Street (entre as ruas Maritzburg e Kruger)

 

Uncle Merv´s
Famoso por seus smoothies, o quiosque de rua Uncle Merv’s também serve um ótimo café e comidinhas que vão de frutas frescas com mel a croissants, lanches saudáveis e sopas. Na linha dos smoothies, não deixe de provar o Blanche Brown, com iogurte, mel e cranberry e o Felix King, uma mistura de pasta de amendoim, leite de soja, banana e mel. Esquina das ruas Fox e Kruger

 

The Living Room
Um dos mais famosos rooftops da África do Sul, o The Living Room é um mix de bar, balada e empreendimento urbano com muito verde. É um dos lugares mais disputados para ver o pôr do sol de Jo'burg. Aos sábados, a casa apresenta a festa Super Cool Saturday. Aos domingos, a boa música também é pedida certa. Recomendamos olhar a programação no site, pois eles também fecham o espaço para festas privadas. Rua Kruger, 20, 5º andar. livingroomjozi.co.za

 

* Diogo Caldeira é publicitário, é apaixonado por viagens – principalmente aquelas que têm praias e boas ondas. Conhece dez países e acredita que o grande barato da vida é viajar. É apaixonado pela beleza e história da África do Sul.

0 Comentário

Comentários com conteúdo impróprio e/ou spam poderão ser removidos.